Softwise Consultoria e Informática Ltda.
 
 Mensagem
    Responder essa Mensagem

Assunto: : Pedras
Enviado por: jamfzeus@ig.com.br
9/10/2004

"O caminho da vida está repleto de pedras; o que devemos fazer com elas? O caminhante tropeça nelas constantemente; ao bater, machuca os pés e fica sangrando. As pedras estão aí, ao virar cada esquina, esperando-nos; o que devemos fazer com elas? Como manter a calma, em meio a tantos agentes que nos atacam de todos os lados? Que fazer para não ser ferido por tanta agressão? Como transformar as pedras em amigas e irmãs? A regra de ouro é a seguinte: deixar que as coisas sejam o que são. Visto que, de nossa parte, não há nada a fazer e que, de qualquer modo, as pedras estarão teimosamente presentes no caminho, o senso comum aconselha a aceitar tudo com calma, quase com doçura. Não se irrite porque o outro é assim. Aceite as coisas da maneira que elas são. Relaxe. Concentre-se calmamente em cada acontecimento adverso que se apresenta à sua volta e que você não pode remediar. Seja delicado com as pedras, aceite-as como são. Sua cólera não poderá amenizá-las, pelo contrário, as deixará mais ferinas. Aceite-as com harmonia, com ternura, de modo consciente, sem fatalismos. E, se você não consegue aceitá-las, se não consegue colocá-las nos ombros com ternura e carregá-las nas costas, pelo menos deixe-as para trás, no caminho, como amigas." (A arte de ser feliz. Inácio Larrañaga)